sexta-feira, 29 de julho de 2011

Quem dera...


Quem dera fosse eu, um alguém melhor, sem toda essa auto piedade, sem todo esse medo, sem esse declínio ao que não dever ser!

2 comentários:

  1. E se fosse pior? Com a verdade Enlatada e uniformizadora de uns dois ou três que tiranizam a vida? O declínio pode ser mudado... O ser, bem, talvez... digo, não sou muito arrazoado não, releve tais palavras confusas e efêmeras.

    R.

    rosadepolvoranegra.blogspot.com
    flickr/descarvalhando

    ResponderExcluir
  2. Arrazoado? Bem, razão não tem mesmo um lugar de destaque por aqui! No entanto palavras confusas são as mais delirantes, e no fim acredito que todas elas são efêmeras.

    ResponderExcluir