domingo, 3 de julho de 2011

Assim falou Zaratustra


"Há sempre o seu quê de loucura no amor; mas também há seu quê de razão na loucura. E eu, que estou de bem com a vida, creio que para saber de felicidade não há como as borboletas e as bolhas de sabão, e o que lhes assemelhe entre os homens. Assim falou Zaratustra."  (Friedrich Nietzsche)

Nenhum comentário:

Postar um comentário