segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Monstros


Às vezes tudo o que você quer é se queimar e destruir-se, só pra sentir alguma coisa, as vezes você faz coisas que não deve só pra sentir alguma coisa, e então o problema é que você sente demais, e ninguém esta nem ai (porque estariam?) então porque você se importaria? E o que sente não é bom ai você faz de tudo pra parar de sentir e ai se queima de novo, em um fogo que queima muito, mas por pouco tempo, ai você se queima de novo e de novo... Até que já esta tão queimado que sua pele já não se regenera mais, e então as pessoas se afastam, e você nem pode culpá-las,  isso porque também não iria querer ficar próximo de alguém assim!! E chega um ponto que você está tão deformado que ninguém mais te reconhece, nem você mesmo! A imagem no espelho já não é sua, sua vida já não é sua, e sentir já não faz diferença, e tudo que busca é o fim.
Você pensa que não pode ficar pior, mas pode sempre pode, e todos os monstros que habitavam dentre você agora estão soltos, e eles assustam, você quer controlá-los, mas eles estão a tanto tempo soltos que você já não pode mais trancá-los de volta, e você se entrega ainda mais, e ai piora, porque sempre piora....

Nenhum comentário:

Postar um comentário